É com enorme tristeza que a ADUFPA comunica o falecimento na manhã de hoje, 2, de uma de suas principais combatentes: a professora Suelene Leite Pavão. O velório ocorre ao longo do dia na Capela Mortuária Max Domini, na Avenida José Bonifácio, e o enterro será amanhã, 3, no cemitério Recanto da Saudade.

Sinônimo de luta, Suelene teve uma vida marcada pela firmeza política, pela dedicação à educação pública, pela defesa da valorização do trabalho docente e pelo compromisso abnegado por uma sociedade sem exploração e opressão.

Foi esse compromisso que fez de Suelene uma das principais lideranças do movimento docente em nível nacional, tendo sido diretora do ANDES-SN e diretora-geral da ADUFPA por duas gestões, onde liderou greves, piquetes, debates e diversas mobilizações em defesa da educação pública e de melhores condições de trabalho para os professores.

Uma luta pela categoria que começou na educação básica e depois se ampliou para a educação superior, como docente do curso de Ciências Sociais do antigo Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), onde atuou como vice-diretora, dando enorme contribuição para o crescimento e desenvolvimento da UFPA. Contribuição que se expressou também nos espaços colegiados como congregações e conselhos superiores da Universidade.

Socióloga, Suelene compreendia a sala de aula como um dos principais espaços de luta, aliando o fazer docente com a necessidade de contribuir para a formação crítica de estudantes, essencial para a transformação social pela qual tanto sonhou e lutou.

Agora. o compromisso da ADUFPA é seguir a luta de Suelene e, assim, manter vivo seu legado!

O luto de hoje seguirá como luta, como sempre foi a vida de Suelene!

Até logo, grande amiga e militante, Suelene Pavão.

Suelene, presente hoje e sempre!