Em conjunto com diversas entidades sindicais do Estado do Pará, a ADUFPA encaminhou na manhã de hoje, 26, uma Carta à bancada federal paraense e aos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado Federal, Davi Alcolumbre, criticando as ameaças de cortes nos salários e apontando alternativas de arrecadação de recursos para conter a pandemia do Coronavírus.

Confira o documento AQUI!

A ADUFPA irá suspender as atividades administrativas a partir deste dia 19 de março. A medida segue a decisão da UFPA, que aprovou no Conselho Superior de Administração (Consad) a suspensão das atividades até o dia 12 de abril, por conta da pandemia do Coronavírus e afim de resguardar as pessoas e evitar a propagação da doença.

 

Ou paramos o país ou Bolsonaro e Rodrigo Maia vão destruir a educação pública! 

Confira dez motivos para parar neste 18 de março: 

No início do mês, o Ministério da Educação encaminhou um ofício circular aos gestores das universidades e institutos federais, orientando acerca de despesas com pessoal ativo e inativo, inclusive sobre benefícios e encargos a servidores e empregados públicos. O Ofício Circular nº 8/2020/GAB/SPO/SPO-MEC menciona a Regra de Ouro, que determina obrigatoriedade de não gastar mais que o previsto. Caso descumpram tal norma, os gestores poderão ser enquadrados na Lei de Responsabilidade Fiscal.